Portal do Tempo




Fecho os olhos...
Adentro o Portal do tempo.
Mergulho nas profundezas do poço...
Na velocidade de um cometa...
Atravesso a imensidão...
Chego ao destino final.
Vislumbro o que esteve sempre lá...
Na impactante e fulgurante dimensão
Acalmo minha mente.
A odisséia de navegar sem bússola
Impulsiona a trajetória da volta.
Abro os olhos para a vida lá fora...
Abrem-se as janelas da alma
Fecham-se as cortinas da escuridão.


Escrito por Maria Claudete

13 comentários:

Marilu participou com o comentário número:

Querida amiga Claú, que música maravilhosa, voltei ao passado nas asas do tempo...e para completar minha viagem ...seu lindo poema...Beijocas

RESILIÊNCIA participou com o comentário número:

Poetisa Claudete

Fiz um retorno ao tempo, e encontrei minha alma num canto em devaneios...lindo.
um grande abraço

america participou com o comentário número:

recordar é viver
e voce me fez reviver boas coisas
fiquei com saudades de mim
beijos

Sandra Botelho participou com o comentário número:

Linda musica amiga...E o poema é pra gente viajar junto com tuas palavras...Bjos achocolatados

Ana Luiza F. participou com o comentário número:

Abro os olhos... abre-se a janela da alma! Lindo demais!!!
Irmã! passei pra matar a saudade, pra te dar um beijo estalado e dizer que tua poesia continua IMPECÁVEL!!!!
Bj enorme no teu coração.

Ronaldo Honorio participou com o comentário número:

Sabe, Claudete, não me sinto "sempre" saudoso quando uma bela canção como essa me toca o intimo. Não olho para trás, nao penso que o passado pudesser ser a matriz pra mudar esse nossos dias tão conturbados. Essas belas músicas para mim não tem idade; são como se tivessem sido feitas ONTEM. Seus versos, belos ainda mais...navegar sem bússola... Interessante; só olhando o mapa das estrelas, não é?
Voltei para minha casa, tá bom? rsrs
Beijos, Claudete.

G I L B E R T O participou com o comentário número:

Claudete

gosto muito das músicas deste tempo!

belo gosto musical o que tens, amiga!

Geisa Machado participou com o comentário número:

Oi Claudete!
Obrigada pela sua visita e seu carinho. Desculpe-me pela demora em vir aqui. Coloquei um post no meu blog explicando aos amigos o motivo da minha ausência.
Ahhhh!!! Recordar é viver! Viajei no tempo com esta música maravilhosa e minha alma se embeveceu. O seu poema descreveu muito bem esta sensação. Maravilhoso!
Bjussss

Anita "Menina Flor" participou com o comentário número:

Mergulhei nesse passado, atravessei portais e retornei a realidade, onde tenho que fincar minha bandeira, de momentos tristes e momentos felizes, esse é o nosso destino. Linda música Claudete, me encantei com sua poesia. Beijos e ótima quarta-feira.

Wagner participou com o comentário número:

Eu achei muito legal este novo post com o som de Platters! E a poesia traz um reminiscência do tempo bastante primorosa. Mas o post anterior achei extremamente sensível e ao mesmo tempo bastante dialético. Porque de fato o suicídio é e sempre será uma incognita, principalmente pra quem continua vivo! Mesmo após me deter sobre o assunto há um tempo, ainda me pergunto se o suicida é herói ou covarde! Abraços! Forças para ver beleza até mesmo no trágico!

Pelos caminhos da vida. participou com o comentário número:

Voltei ao tempo, como é bom recordamos momentos, pessoas que nos fizeram felizes.

Um excelente dia pra vc e obrigada por estar comigo Pelos Caminhos da Vida.

beijooo.

Isa mar participou com o comentário número:

Oi Claudete, linda poesia, viajar nas dimensões é uma aventura incrível
Beijos em teu coração!

ONG ALERTA participou com o comentário número:

Tudo que é bom dura para sempre, ainda bem que só tiveste um susto na estarada, paz.
Beijo Lisette

Postar um comentário

É importante seu comentário, somente acrescenta.
Que seu dia seja pleno de realizações e Amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...