Cruzando A Avenida


 

Caminhando lentamente cruzo a avenida...

No meio da multidão procuro sentir o seu ruído...

Passos acelerados, passos lentos...

Vozes alteradas, vozes sussurantes...

Corpos frenéticos, corpos ofegantes...

Crianças de colo, crianças segurando a mão de alguém...

Namorados abraçados, idosos que se protegem...

Desperta-me o barulho do semáforo...

Tempo esgotado ,terminou a passagem...

Do outro lado da avenida não sigo meu curso

Paro, espreito a minha volta a nova multidão que surge

A cena se repete, agora no sentido inverso...

Uma sensação de inquietação me invade...

Onde está o silêncio?

Percebo que a urgência faz a corrida...

Que a corrida leva a algum lugar...

Que amanhã a avenida será cruzada novamente...

Inerte, mas servil...

Inerte, mas sensível ...

Inerte , mas testemunho...

A avenida continuará cumprindo o seu papel...

Inerte e alheia ao burburinho da multidão.

Nela está o silêncio que busco.

Identifico-me nesta avenida.

Retomo meu destino .


 

Escrito por maria claudete


 


 

 

29 comentários:

RESILIÊNCIA participou com o comentário número:

Poetisa Claudete

Na realidade uma busca...um silencio para a alma.Um grande abraço

Paulo Tamburro participou com o comentário número:

Tudo bem Claudete?

Gostei realmente do que vi, por aqui.

Seu blog é excelente e eu não o conhecia.

Voltarei mais vezes para detalhadamente poder com calma , ver o que faltou.

Tenho blogs de humor e caso deseje fazer uma visita ficarei muito honrado.

Um abração carioca.

Sueli participou com o comentário número:

A avenida é sempre a mesma, o borburinho também, mas o que faz a diferença é "tu", minha amiga. Uma "sabedoria ambulante", eu diria... Não é qualquer avenida que tem a oportunidade de se estender para acolher teus passos iluminados. Te amo!

Anita "Menina Flor" participou com o comentário número:

Sua imaginação flui brilhantemente, parabéns pelo poema. Bjs

claudete participou com o comentário número:

Ary ... acertou em cheio ... mesmo no barulho buscamos sentir o pulsar e o "silêncio". Abraços.

claudete participou com o comentário número:

Paulo, obrigada pela visita e te adicionei .Abraços.

claudete participou com o comentário número:

Su, minha querida você é muito generosa, as vezes me sinto mesmo não uma sabedoria ambulante mas um ser que "torna-se invisível", rs, quando quer verdadeiramente "escutar" o seu silêncio. Bjs , te amo também, você sabe!

claudete participou com o comentário número:

Anita, menina, ultimamente ela tem fluido muito, rs, a imaginação. Será que é prerrogativa da idade? Bjs.

Shayane Kling participou com o comentário número:

Sempre devemos seguir nosso destino, afinal se não o seguirmos..ele nos seguirá...

como vai querida? saudades suas!

qual o seu e-mail? queria algumas dicas para colocar no meu blog
bjuxx

claudete participou com o comentário número:

olá Shay você sumiu mesmo!!!! meu e-mail é maria_claudetefhb@hotmail.com
beijos

Edith Lobato participou com o comentário número:

Claudete,boa tarde!
Entre os muitos ruídos que nos cerca, entre as tantas urgências que temos de está sempre querendo chegar em algum lugar, paira, lá no fundo da alma, o desejo de entender esta correria por estas avenidas tão movimentadas. Texto muito lindo. Parabéns e boa semana.

claudete participou com o comentário número:

obrigada Edith e Feliz Dia da Mulher , que são todos! Bjs.

A Madrasta Má participou com o comentário número:

Minha super querida feliz dia das mulheres, sorte e muitas realizações! bjinhos da Madrasta!

claudete participou com o comentário número:

obrigada querida Madrasta , você é um exemplo de como ser uma Nova Mulher. Bjs.

meus instantes e momentos participou com o comentário número:

que bom voltar aqui....
que bom ler voce !

claudete participou com o comentário número:

Obrigada Mauricio , que bom que tenhas gostado.

mundo azul participou com o comentário número:

_________________________________________


Assim é, Claudete... O eterno vaivém que leva sempre aos mesmos e comuns lugares...

Também preciso muito do silêncio!

Muito lindo esse poema!!!


Beijos de luz e o meu especial carinho...


____________________________________________

Ricardo Calmon participou com o comentário número:

Olá poeta linda e amada pessoa nossa,muito obrigado pela ternura contida em comentário em campos meus de girassois!
Post esse seu,em cronica poética forma ,me fez sentir melhor pessoa,com o que exalastes!

Viva La Vida!

Eduardo participou com o comentário número:

Oi Claudete

Você é linda
Lindo é o seu sorriso

Lindos são os seus posts

Beijinho doce

Fulvio Ribeiro participou com o comentário número:

Olha Querida..!!!
Tenho que confessar que também me identifico nessa "Avenida"...
Grande Abraço, ótimo escrito.

Mai participou com o comentário número:

Porque viver é atravessar as avenidas, até o fim. Abraços

claudete participou com o comentário número:

Cara Zélia (Mundo Azul) , é incrível como o que sentimos ao escrever é compartilhado e enriquecido ...obrigada...Abraços.

claudete participou com o comentário número:

Caro Ricardo privar de sua companhia será sempre um prazer, além do que somente nos sentimos enriquecidos com esta troca de informações .Abraços.

claudete participou com o comentário número:

Obrigada Eduardo , linda é sua maneira de enxergar a alma das pessoas.

claudete participou com o comentário número:

Prezado Fulvio agora tenho mais disponibilidade de visitar os blogs amigos, o seu é um deles onde literalmente navego nas ondas dos seus escritos. Obrigada pelo seu comentário.

claudete participou com o comentário número:

Prezada Mai , encantada em conhecê-la e receber sua visita, a blogosfera nos traz surpresas agradáveis, você é uma delas. grata por sua gentileza.

Vieira Calado participou com o comentário número:

Por vezes, no meio de tanta gente que não conhecemos,
é quando melhor nos encontramos a nós mesmos.

Beijoca

claudete participou com o comentário número:

com certeza é neste momento que o silêncio cala fundo em nós e não existe mais multidão apenas nosso eu interior...

Ronaldo Honorio participou com o comentário número:

Um passeio de saber floresce nesse teu olhar poético que faz as travessias. Essas travessias, essas avenidas, em outras metáforas, parecem indiferentes a nós que navegamos por elas... Só um momento interior para perceber esse complexo Ir, onde tudo vai, onde somos levados... É importante esta tua parada pra "ver"....Adorei.

Postar um comentário

É importante seu comentário, somente acrescenta.
Que seu dia seja pleno de realizações e Amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...