Falando de Emoções...

                                                                       Cristo
                                                                Pôr do sol em Aracaju
                             Muitas décadas decorridas, muitas emoções vividas... Como as quantificamos somente o rolo compressor imposto por nosso viver  saberá nos dar a resposta.
                              Quando supomos que permanecerão, cada uma delas, individualizadas e guardadas nas gavetas da memória, basta um novo momento e lá estamos nós a estabelecer mensurações, que transitam velozmente fulminando nosso âmago e num relampejar ofuscante vem à tona e nos atordoam.
                                As emoções poderiam até serem agrupadas  numa mesma definição, mas convictamente jamais foram as mesmas...Algo muito forte quase me nocauteou, quem sabe a fragilidade que se insinua sutilmente, sem alarde, encontrou terreno fértil para neste campo minado , fazer-se sorrateira ,insidiosa  e cúmplice na artimanha de sabotar  minha saúde física e espiritual...
                                “Vigiar e orar constantemente” são o que procuro fazer, em todos os sentidos.
                                Por quê?
  Eis a questão.  Procurar a resposta dentro de mim, como? Se a matéria parecia levitar dissociada do meu espírito? O que me afligia eram as emoções passadas que supunha devidamente “zipadas”  e retornavam com intensidade  avassaladora.
                                  Fiquei  doente  e depressiva  , mas algo extraordinário aconteceu , com a mesma velocidade  reencontrei , num instante mágico de oração e superação,  o equilíbrio ouvindo  o que sempre soube e procurei por em prática na minha vida .
                                   Não se trata de procurar se enganar, apenas conviver com o que a realidade nos impõe sem se deixar contaminar.
                                  Pode ser comum para muitos, mas a  letra que consegui gravar e posto aqui,  foi um catalisador de  frutos bons a serem colhidos  e preservados.  Não foi ainda divulgado nos canais de Mídia de reprodução, mas a música é simplesmente tocante  e bela.
                                    Ouvi na Missa de Domingo dia 05/02/2012 às 14h na Canção Nova.
Os versos que me tocaram profundamente:

                                         Eu seguirei, eu irei aonde fores Senhor!


“Eu vou deixar-me guiar e abandonar-me  em teu querer.
Preciso fazer a tua vontade em minha vida.
Para onde eu irei?
 Em quem me apoiarei?
Eu seguirei,
Eu irei aonde fores Senhor!                                                                                                          
Tua graça me basta,
Teu amor me sustenta,
Tua graça me basta,
“Teu amor me sustenta.”

                           Em Deus sempre encontramos o Suporte e a Solução!


Escrito por Maria Claudete F.H.Batista

4 comentários:

♫*Isa Mar participou com o comentário número:

Oi Clau, beleza de postagem que nos leva sempre a refletir em como levamos a vida, muito bom!
Que sua semana seja abençoada, beijos no coração!

Majoli participou com o comentário número:

Que benção te ler minha querida.
Que o amor de Deus sempre nos sustente, e através dele possamos encontrar solução para nossos problemas.

Um beijo com carinho enorme no teu coração.
Fique na paz de Deus.

Jeanne Geyer participou com o comentário número:

que linda postagem, a vida só tem sentido na espiritualidade e na busca de Deus junto a nós, assim como o legado de amor que o Cristo nos deixou. fica com Deus amiga, bjs

http://espiritosevangelizados.blogspot.com.br/

✿ chica participou com o comentário número:

Muito lindo,Claudete! Bons trabalhos até 5/11! bjs, tudo de bom,chica

Postar um comentário

É importante seu comentário, somente acrescenta.
Que seu dia seja pleno de realizações e Amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...