Tarde Feliz !

                            



                            São, exatamente, 16h42min   de uma bela tarde vislumbrada através dos janelões, que circundam toda a sala onde estou, diante da tela do computador.
                           Estou me sentido descansada, calma e por que não dizer? Feliz!
Olho para fora e fico extasiada, como se fosse a primeira vez.
                            No céu, nuvens, ainda refletindo a claridade do sol que já está declinando no horizonte, se alternam com outras sombreadas, levemente escurecidas.
                            O contraste do verde da mata atlântica, com a linha do horizonte 
é  tão intenso  e majestoso, que  esqueço que estou no Nordeste , a poucos quilômetros  do tórrido e seco sertão nordestino.
                            Não vou deixar que “nuvens escuras “ boicotem este meu  instante!
Fico a pensar, como a resolução de pequenas coisas, colocadas em seus devidos lugares, podem nos deixar leve, livre e solto.
                            A organização, sem extremismo, o respeito ao limite do outro, o silêncio quando a palavra não se faz necessária, a escuta do chamado, a resposta pertinente, a solução dos problemas adiados, o sentir-se útil, entre tantas outras variantes, transitaram ordenadamente no meu dia de hoje.
                            Nesta caminhada a estrada fica mais aberta, menos pedregosa e com menos arbustos daninhos, então se descobre que é tendo sensibilidade para  derrubar os obstáculos interpostos, que ocorre a abertura de espaços, para continuar o  mágico desafio de viver! E viver plenamente.
                            
                             Olhando a Natureza, vejo Deus, parece pouco o que escrevi, mas já são exatamente 17h32min , é o milagre do tempo que corre associado à meditação da beleza  que contemplo.
                            Meus olhos físicos são os mesmos, mas os olhos da alma  seguiram
a pureza das intenções contidas na razão  .
                            Só assim  enxergamos o belo!

(Escrito por Maria Claudete , em momento de reflexão)
 OBS: A casinha ao alto é de onde vislumbro o horizonte.

obs: esta postagem foi feita por mim no Blog da Claudete em 27 de janeiro de 2008.  Após três (3) anos  vejo que meus sentimentos e aspirações continuam os mesmos, graças a Deus!

6 comentários:

AC participou com o comentário número:

Claudete,
Um belo texto onde as palavras transmitem tranquilidade, harmonia, felicidade...
São momentos destes que nos fazem sentir de bem com a vida.

Beijo :)

Anita "Menina Flor" participou com o comentário número:

Diante de belas palavras e momentos vividos por você,só tenho a agradecer a Deus por tamanha simpatia, delicadeza e paz. Beijos carinhoso.

Sueli participou com o comentário número:

Oh, minha amiga... Até consigo me incluir nesse cenário ao fechar os olhos e me lembrar de quanta paz desfrutei nessa sala de vista magnífica e de paz reinante, onde você deixa o pensamento flutuar espalhando sua sabedoria. Ah, que saudade!!! Amo você (e toda sua família linda!). Beijos!

Socorro Melo participou com o comentário número:

Oi, Claudete!

E essa beleza, e paz, contempladas por você, estão impregnadas no seu belo texto, tão harmonioso, e tão poético. É lindo demais parar pra contemplar a beleza da vida, da natureza, a grandeza de Deus.

Beijos
Socorro Melo

Majoli participou com o comentário número:

Minha querida, através de seu texto, mesmo não estando a visualizar o mesmo que você, conseguistes me passar a paz que sentistes.
Que delícia te ler.
Beijos carinhosos no teu ♥
Deus a abençoe, sempre.

Magui participou com o comentário número:

Um belo texto e, como você mesma diz, descreve a alma feliz que a toca neste momento.Que Deus a abençoe!

Postar um comentário

É importante seu comentário, somente acrescenta.
Que seu dia seja pleno de realizações e Amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...