Eu Saciado







percorrendo os últimos labirintos



tortuosos e cheios de ciladas



espero angustiada o que me espreita



clarões lampejantes se insinuam no percurso



clarevidentes projeções ansiosas e fustigantes



afoitamente reverberam e eclodem triunfantes



onde estava o eu claudicante ?



comichões e pulsares latejantes e latentes



sorrateiros e cheios de volúpia se fazem presente.



já não há mais o claudicar



as comportas se abriram



a clareza purificada pelo êxtase da visão



que se revela plenamente preenchendo



todo o infinito de um eu saciado pela doçura



da revelação.
escrito por maria claudete

5 comentários:

Anita "Menina Flor" participou com o comentário número:

Mulher, tais escrevendo que é uma beleza. Saciar sim, parar nunca. Bjs e um Feliz Natal.

Majoli participou com o comentário número:

Adoro suas poesias minha amiga, nunca consigo ler uma vez só, gosto de sentí-las, de adentrar em cada palavra, em cada frase, em cada verso.
Deixo pra você o meu carinho, a minha mais pura amizade.
Que Deus abençoe o Natal seu e de sua família.
Que o Manino Jesus renasça em vossos corações a cada novo amanhecer.
Beijos no ♥

Eliane Jany Barbanti participou com o comentário número:

Olá querida Claudete, obrigada pela carinhosa mensagem deixada no Louvor a Deus.
Aproveito para desejar-lhe que as realizações alcançadas este ano, sejam apenas sementes plantadas, que serão colhidas com maior sucesso no ano vindouro.
Que Deus e os anjos te concedam sempre paz, amor e saúde.
Feliz Natal e próspero Ano Novo.
Eliane

O Profeta participou com o comentário número:

Um formoso menino estava mesmo alí
Tocou de leve o lado esquerdo do meu peito
Olhou-me com um luminoso sorriso
Deixou-me sem fala, sem jeito

Deixou-me no apagar de uma vela
Olhei novamente o mar
A calmaria voltou como por encanto
Mil criaturas inundaram-me o olhar

Golfinhos felizes assobiaram
A cria de uma baleia acenou-me
Uma andorinha do mar poisou no parapeito da janela
Uma maravilhosa e antiga história sussurou-me

As estrelas brilharam no celeste
A Lua estendeu seu manto de fino lusr nesta cena
Adormeci na imensidão deste mundo
No embalo de...Uma Noite Serena...


Uma noite serena

Um mágico Natal

Um terno beijo

Sueli participou com o comentário número:

Amiga, é muito profundo isso, hein?... Seria o fim de um medo?... Beijo grande!

Postar um comentário

É importante seu comentário, somente acrescenta.
Que seu dia seja pleno de realizações e Amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...