Eu Queria Ser Bailarina!!!



Imaginem uma menina do interior, brabo, zona rural mesmo, de onde teria tirado esta idéia maluca? Televisão ? nem sabia que existia... Rádio? Apenas um aparelho na nossa casa onde se reuniam todas as comadres de mamãe para ouvir a novela "Presídio de Mulheres", lembro bem o nome porque era proibida de ouvir , nem sequer podia ficar na sala de costura onde ficava "entronizado " o dito cujo.
Mas...Sempre um mas na nossa vida.
De tanto buscar explicação, com o tempo, chegou-me a clareza de que a música tocada nas emissoras de Rádio da época, as trilhas das novelas transmitidas me fizeram desenvolver a capacidade de sonhar e vislumbrar todo um desenrolar de acontecimentos ditados pelas emoções que cada trecho musical me proporcionava.
Eu sonhava e dançava.... E me via Bailarina, na verdade Dançarina de qualquer coisa!
É quando a Zezé de Xanda ( já me referi a ela em outro post, lembram?) , que vivia mais na Capital do que no Interior , me ensinou os primeiros passos de dança do Ballet.
De tanto rodopiar e tentar me equilibrar na ponta dos pés levei
muitas quedas e definitivamente arquivei o sonho de ser Bailarina.
Como são doces estas lembranças... Esta recordação bateu muito forte diante dos clips exibidos na retrospectiva da vida do Michael Jackson, me peguei emocionada chorando não só pela beleza dos seus movimentos , mas pelo
jovem menino pobre que acima de tudo e de todos soube persistir no seu sonho .
Nem todos conseguem ser o que pretendem , é preciso garra e superação, também é verdadeiro que muitos se anulam em busca de um ideal.
O Homem como um ser polivalente , poderá encontrar outras variantes que tragam satisfação e façam brilhar o seu ego, independente do que pressupunha ser a razão da sua vida.
Eu queria ser Bailarina... Me sinto realizada com o que faço, descobri que somos capazes de realizar tudo o que quisermos desde que apoiados e incentivados para isto.
Mesmo ficando armazenado no recôndito de nossa alma o desejo primeiro , as alegrias e triunfos do presente ratificam a razão de que somos felizes na medida em que nossas realizações trazem felicidade para os outros.
Não me tornei Bailarina do Palco, mas trilhei o caminho de Bailarina num cenário mais do que especial o Teatro da Vida!

Escrito por Maria Claudete

5 comentários:

Majoli participou com o comentário número:

Ah, como gosto de ler tudo o que você escreve. Quantos sonhos tive e depois ficaram esquecidos no passado. Mas suas palavras finais são lindas: "Não me tornei Bailarina do palco, mas trilhei o caminho de bailarina num cenário mais do que especial, o Teatro da Vida"...LINDO!!!!
Beijos doces na sua alma minha amada amiga.

Sueli participou com o comentário número:

Pois é, anmiga, no teatro da vida, temos que dançar conforme a música, direitinho, sem sair do ritmo, se quisermos ser bem sucedidos, não é mesmo? E isso a gente tem que aprender a fazer muito bem. Abração!!!

(Carlos Soares) participou com o comentário número:

Tenho certeza que deu belos passos na grande baile que é a vida. Alguns percalços, mas a gente se levanta e a dança continua. Uma bela história interiorana a sua, como a de quase todos nós, que somos dos longínquos da roça. E como muito orgulho disso. E parabéns também por suas rápidas e sábias palavras sobre Michael Jackson. Tudo que se falar sobre ele é pouco, além do mais já falaram tudo, então é melhor simplificar. O Peter Pan dançarino e músico,é único.beijos

~*Rebeca e Jota Cê *~ participou com o comentário número:

Clau linda do meu coração,

Não conhecia esse seu blog e amei ler esse texto que fala sobre os sonhos. Toda vez que leio suas palavras, sinto o peito encher de emoção.

Você é linda!

Beijo imenso.

Rebeca

-

Anita participou com o comentário número:

Se não sonhamos não chegaremos a lugar nenhum. Por isso sonhe sempre, mesmo que os caminhos sejam difíceis.

Bjs no coração.

Tem selinho pra vc.

Postar um comentário

É importante seu comentário, somente acrescenta.
Que seu dia seja pleno de realizações e Amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...