20 maio 2010

Pousada da Paixão











                                              caracterizada para o Jantar Temático





Perdi a conta de quantas vezes vi o espetáculo da Paixão de Cristo em Nova Jerusalém, Fazenda Nova –PE. Na adolescência, na vida adulta e atualmente. Emocionar-me durante a visualização sempre foi uma constante. Nunca tive a preocupação de saber como se desenrolava tão majestoso e deslumbrante espetáculo, que traz a este longínquo recôndito nordestino, turistas de todas as partes do mundo.
É motivo de orgulho para qualquer brasileiro a consciência de que é nosso o maior Teatro ao Ar Livre do Mundo e que ali o que se vivencia em retrospectiva à Paixão de
Cristo faz jus aos que, da fase embrionária do grandioso Projeto até hoje , procuram ser fiéis às origens da religiosidade que moveu a iniciativa.
No último final de semana, atendendo a convite feito a nós, fomos conhecer a
Pousada da Paixão, local onde ficam hospedados os ilustres globais que atualmente, junto com os figurantes locais participam do espetáculo.
Adentrando à Pousada instala-se o clima da época: recepcionistas, garçonetes , garçons , decoração, música, tudo nos leva a "viajar no tempo". Os espaços nos remetem à Jerusalém. A simplicidade dos cômodos, mesmo com o conforto da modernidade, não nos afasta desta época. À noite todos os turistas com roupas típicas participam de um Jantar Temático ao ar livre, no palco onde se realiza a Santa Ceia.
O momento é mágico... A noite iluminada por um luar intenso , a música ambiental e a mostra de um Balé referenciando as Bodas de José e Maria nos deixam a
todos deslumbrados. Após o término do Jantar , seguimos até a área da piscina , onde mais para atender a exigência do turista estrangeiro, são mostrados os ritmos de dança típicas do Nordeste : xote, xaxado,baião, ciranda e quadrilha. Para fechar a noite , quem quer, participa de um grande forró (for all). Então o clima muda, porque é hilário ver o esforço dos "gringos" para acompanhar os passos da dança.
Fizemos no dia seguinte uma city tour por todo o Teatro, onde conhecemos detalhadamente a história do mesmo e como se desenrola todo o Drama da Paixão.
É surpreendente para nós , porque sempre alguém pergunta:-O que vão fazer lá se não tem mais a Paixão em cartaz? Agora podemos responder:- tem a história do Amor que moveu toda esta Paixão que passou de pai para filho e que foi imortalizada por Plínio Pacheco , que se encontra enterrado lá, próximo a uma capela toda de Cipó , desde 2002 .
A Vila de Fazenda Nova , continua preservada , com suas fontes de Águas Medicinais , Parque de Esculturas que reportam figuras do lendário nordestino, esculpidas em pedra por artesãos filhos do lugar.
O fluxo turístico faz-se necessário, porque um Projeto grandioso como este precisa de manutenção para ser preservado. Valeu conhecer os detalhes .



escrito´por Maria Claudete










13 comentários:

  1. Claudete,
    Este é um comentário-convite.
    Quero convidar você para participar de uma mega promoção que está acontecendo lá no blog: sorteio de 1 exemplar do livro Perseguição digital. Para participar basta acessar este link e preencher o formulário. É simples e bem rápido. Espero você.
    Beijos e obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Amiga, a gente não conhece mesmo a nossa própria Pátria, não é? Mas são tão gratificantes essas descobertas, não? Descobrir e vivenciar, assim como você o fez.
    Deixa lhe contar uma cosia: a turminha de blogueiras aqui de Sampa, incluindo eu, montamos um novo blog e eu a convido para visitá-lo, ok? (no meu blog tem um selinho acima da Kita - Bloggirls - clique sobre ele). Ah! vou para Recife no início de junho (no feriado). Você estará em casa? Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Que belo passeio heim Claudete, também tive o privilégio de assistir ao espetáculo, muito belo e também ja me hospedei na pousada, quando participava de um treinamento de trabalho. Percorri os mesmos caminhos que você, com jantar temático e tudo, foi muito emocionante. Conheci o escultor daquelas belas esculturas, o sr. Caxiado, um exímio dançarino de forró, rs. Pretendo voltar lá outras vezes.

    Beijos no coração amiga.

    ResponderExcluir
  4. Deve mesmo ser um belo espetáculo. Quero ver um dia. Agora tenho mais um motivo para ir, né? Ah...o amor.Sempre tive vontade de conhecer o Recife, mas só o amor me proporcionou isso. Beijos,Claudete.

    ResponderExcluir
  5. Claudete,
    Sim, pode divulgar no orkut do maridão rs
    E sim, a cada nova divulgação preencha o formulário novamente.
    Beijooosssss

    ResponderExcluir
  6. Precisamos sim de valorizar a nossa arte, a nossa cultura, a nossa fé e os nossos talentos cujos feitos nos trazem registros impressionantes.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  7. Que lindo e interessante e deve ser muito legal ver de perto. Há tantos detalhes!beijos,chica

    ResponderExcluir
  8. Voltei pra te dizer que adorei tua participação no CONTO por lá! Aparece sempre,tá?beijos,chica

    ResponderExcluir
  9. Amiga querida, seu jeito especial de narrar, nos leva de encontro a tanta coisa bela, nossa como me faz bem te ler, me passa paz.

    Aproveitando minha vinda aqui, quero te convidar a responder a um meme, claro se assim o desejar.

    Fica a seu critério viu amiga?
    Se não quiseres, entenderei e meu carinho por ti em nada mudará, pois ele é real.

    Beijos com muito carinho no seu coração.

    ResponderExcluir
  10. Olá escriba amada nossa,narrativa tua,me abriu noite essa ,que antecipa um dia de domingo,doce e terno de luz tua através!

    bzuzz

    viva la vida

    ResponderExcluir
  11. Amiga, passando rapidinho só pra dizer que fui no blog da Elaine e li o negócio da promoção, mas já é muito tarde e amanhã volto para ler e fazer tudo direitinho, tá? Beijão!

    ResponderExcluir
  12. Hoje perdi-me na cidade do pensamento
    A vida correu-me na frente em corro-pio
    Hoje um pássaro descobriu o voar
    Hoje senti na emoção a força de um rio

    Segui para nascente fugindo à noite
    Inventei um cavalo branco voador
    Despi-me da obrigação de ser outro
    Afastei da viagem a sombra do desamor


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  13. Eu passei um bom tempo de minha vida viajando, mas a trabalho, Claudete... Eu quero ter o tempo e as condições, agora, de retornar e ir conhecer mais esse nosso multicultural país com o olhar asim, como o seu... Eu conversava há dois dias com uma colega do Piauí, sobre as incriveis iniciativas que estão sendo feitas em vários estados do nordeste, e é o meu foco, será o meu foco nos próximos anos. Da religiosidade, das manisfestações culturais e musicais aos sítios arqueológicos, o Nordeste é o berço cultural dessa nação em transformação... Adorei este teu artigo.

    ResponderExcluir

É importante seu comentário, somente acrescenta.
Que seu dia seja pleno de realizações e Amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...