11 dezembro 2010

Escola Internacional de Aldeia e o Pastoril das Mães.


Da esquerda para a direita sou a número 4, perto da pastora sentada. Foto tirada antes da apresentação  do Pastoril.
                              

Se há uma coisa que nos põe pra frente é metabolizar o que nos ocorreu de desagradável em alguma época da nossa vida e...Seguir adiante.
Que me perdoem os que não mexem no seu Baú de Recordações... Mas eu curto! Por estes dias passados meu coração delicado, rs , andou estressando com alguns acontecimentos desagradáveis, mas já está recuperado. Abri minha caixinha de memórias fotográficas e bingo! Revivi momentos felizes em que pagar mico não passava pela minha cabecinha.
Encontrei uma foto do grupo de Senhoras-Mães de alunos da Escola Internacional de Aldeia (EIA), na época em que dançávamos Pastoril Profano ( nem tanto).
Nos idos de 90 até 2004 , se me lembro , fazíamos o encerramento do segundo semestre letivo, após apresentação dos alunos. Era uma alegria e felicidade só. Eu dançava no Cordão Azul e sempre a Contra-Mestra era a Dione , que substituí algumas vezes. A animação cedia lugar a qualquer possibilidade de tristeza. Era tanta ,que até dançávamos em algumas festas privê como atração principal!
Sentíamo-nos todas à vontade, porque não havia rivalidade perniciosa com o Cordão Encarnado...Éramos uma verdadeira família com o objetivo de complementando a Educação que nossos filhos recebiam na Escola, torná-los menos inibidos e aptos a viver em sociedade pacificamente. Havia torcida calorosa durante as apresentações . O momento culminante era quando as pastoras, a cigana, a Diana e o palhaço, com o conjunto musical regido pelo Mestre Tena entoavam as músicas: Bandeira Branca, Um Pequenino grão de Areia ( não se é este o nome) e a platéia cantando junto ia ao delírio!
Lembro que nos bastidores do palco erguido na Escola o esposo de uma das pastoras do Cordão Azul nos "abastecia", sem exageros , de vinho branco Moscato Canelli. Éramos felizes e sabíamos ...Mas a nossa festa terminou, nem sei porque, provavelmente devido ao crescimento dos filhos, mudança de Escola , algumas mães iam se afastando e outras não quiseram mais dar continuidade ao projeto, rs, o lado bom é que ficou a saudade dos tempos bons vividos.
A Escola Internacional de Aldeia estará sempre na memória de nossos filhos e na nossa também.


Escrito por Maria Claudete



20 comentários:

  1. Isso é lindo e muito bom ter essa capacidade de deixar pra trás o que machucava e saber seguir adiante, buscando seja o que for pra tanto.

    Adorei e ri muito tua história "apertada",rsrsrs...Cada uma que acontece,né? rsrs


    um beijo, e eu feliz com a chegada de meu filho e 2 dos netos que não via há 3 anos e meio.

    Foi lindo ontem e agora eles ficarão até janeiro. Muito bom! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Claudete

    Tudo que bom e agradável acaba. Tudo o que é recordar momentos bons é viver. Os maus esquecer, para que a saúde mental sobreviva sempre. Gostei da prosa, talvez porque também goste de recordar o passado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Claudete

    Diante de reminiscencias tão deliciosas, como não acaricia-las de quando em quando?

    Parabéns, há que se ter coragem e sabedoria para revisitar as águas que passaram em nossas vidas, temos muito o que aprender com nós mesmos!

    Feliz natal e lindo ano novo, mon ami!

    ResponderExcluir
  4. Emocionante isso, Claudete. Eu mexo no meu baú de memórias sempre. Invejo você, não tenho fotos desse tempo, fase mais mágica de minha vida. Que falta fazia um celular nessa época,não é? Hoje a gente tira foto até de mosquito.Mas ficou tudo armazenado no coração. Parabéns pela capacidade de recordar coisas boas. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Querida amiga, como é bom mexer nos velhos baús, principalmente aqueles de fotos. Sou antiquada acho que nada substitui a foto impressa,tenho fotos do começo do século passado, se fossem digitalizadas com certeza não existiriam mais. Linda história, que hoje trazem belas recordações. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Que lindo minha querida amiga.
    Fiquei com um sorriso daqueles de alma ao te ler.

    Sempre a gente ouve assim:
    Eu era feliz e não sabia, e você afirmou de modo lindo, nós éramos felizes e sabíamos...ah que coisa boa.

    Linda via percorrida.

    Beijos ternos no teu ♥

    ResponderExcluir
  8. Irmã querida, perdão pela minha ausencia, mas voces me conhecem bem e quando eu sumo... ou está tudo bem, ou nem tanto (Su me traduziu bem demais, né não? Essa frase é dela...rsrsrs). Bem, a respeito do tal Baú das Rcordações, sabe que não consigo entender como pode existir pessoas que não gostam do bom passado. Claro que, baú de tristezas se a gente pudesse fechava e jogava a chave fora, mas desse tipo que faz a gente sorrir, que alegra o coração, que faz a gente gargalhar de um mico bem pago... é bom demais. E eu nem precisei da tua indicação - foi só olhar a foto e te achei na hora! Bjãozão, minha irmã querida!!

    ResponderExcluir
  9. Eu também adoro revirar o baú, encontramos tantas recordações boas, engraçadas. Adorei te ver nessa foto, tão feliz, isso é muito bom, continue sempre assim, irradiando alegria por toda parte. Beijos, linda Claudete.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Claudete!

    Que linda recordação! Recordar o passado é revivê-lo, e eu curto muito também. Morro de saudades de experiências vividas, de amigos que fizeram parte da minha vida e da minha alegria.
    É emocionante abrir o BAÚ,pois, as emoções vêm à tona, e nos envolvem de forma maravilhosa.

    Gd. abraço
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  11. Recordar coisas boas é "tudibom"!!! Sou contra ficar remoendo tragédias, desgostos e coisas negativas. Porém, essa maravilha de festividade não deveria sair nunca da cabeça de quem teve a oportunidade de vivenciá-la! Que dilícia, amiga! Beijo grande!!!

    ResponderExcluir
  12. Adorei teu blog e estou te seguindo, caso queira seguir-me também, vá lá: http://asvozesdomar.blogspot.com/

    Abç!

    ResponderExcluir
  13. Oi Claudete. Essas passagens são eternas, são gotas de amor para a alma; e, se algum dia vc se esquecer, elas voltarão a se escoarem pelo seu coração. E como dependemos deste passado, passado recente, ancestral, que quando se menos espera, esta batendo a sua porta e dizendo, "olha, o amor existe e sempre vai existir, basta fazer como vc faz, e sentir a sua energia" abraços

    ResponderExcluir
  14. Minha querida irmã de alma, tem um presente pra você lá no meu blog de mimos.
    É de ♥ pra ♥.
    O endereço do blog é:
    http://presentes-rabiscosdaalma.blogspot.com/
    Busque lá, tá?
    Beijos cheisod e carinho no teu ♥

    ResponderExcluir
  15. Oi querida , obrigada pelas palavras e um feliz Natal pra vc e os seus. Li seu texto mas que bom quando temos lembranças assim para recordarmos. Isto é muito saudável, faz um bem danado e como vc falou esquecemos as coisas menos boas. É isso aí. Bjus.

    ResponderExcluir
  16. Você é a própria alegria que contagia. Tudo que é recordado tem um sabor diferenciado, uma forma gostosa de sentir saudade. Ah Clau, você além de tudo sabe emocionar.

    Beijo bem grandão.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  17. Esta é uma das melhores estratégias para quando estamos chateadas (ou tristes, magoadas, ressentidas...): buscar no baú de recordações momentos alegres vividos. Este grupo deve ter sido realmente muito bom. Mas, na vida tudo um dia acaba para dar lugar a coisas novas, não é?
    Minha querida, que o seu Natal seja repleto de bençãos junto a sua família!!!
    Bjussss

    ResponderExcluir
  18. As festas natalinas chegaram e mais do que nunca é hora de falarmos de paz, de vivermos em plenitude a mensagem de Cristo; Natal é sinônimo de família, de união de aproximação das pessoas,e quando essas pessoas se sentem próximas é sinal que o sentido do Natal se realizou. Tenha um lindo e abençoado Natal. Beijocas

    ResponderExcluir
  19. Um Natal próspero e cheio de felicidade. Que Deus continue abençoando todos os seus passos.

    Trouxe um presente e espero que receba com carinho, clica aqui:

    http://www.artesorrindo.com/flashcard/n015.htm

    Beijo bem grandão.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  20. Clau amor,
    que saudades de vir aqui, ainda nao voltei a visitar as blogs de todo mundo, mas vim aqui hoje que dei uma paradinha pra dizer que amamos o seu presente carinhoso e ''estávamos precisando mesmo'' foi na mosca rsrs.
    Hoje, já sou uma senhora casada e estou amando tudo, casar é bom demais. Minha lua de mel será semana que vem.
    ainda volto aqui pra te desejar feliz ano novo, desde já feliz natal amada.
    adorei seu texto,afinal, relembrar é reviver, eu faço mt isso qdo posso.

    beijosssssssss com carinho ,te adoro querida amiga!! Deus te abençoe!!!

    ResponderExcluir

É importante seu comentário, somente acrescenta.
Que seu dia seja pleno de realizações e Amor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...